Como medir a velocidade da internet em sua empresa

Vários fatores influenciam na velocidade de sua internet. O sinal obtido em cada computador pode oscilar de acordo com o tipo de conexão estabelecida (via Wi-Fi ou por cabo Ethernet, por exemplo) ou proximidade de interferências externas como sinais de rádio e defeitos em seu equipamento.

De forma geral, a qualidade do link é o aspecto mais importante na obtenção de uma internet rápida o suficiente em sua empresa. Acessar essa informação será benéfico para a solução dos problemas de rede mais comuns. Aprenda como medir a velocidade da internet e o que fazer caso seu provedor não entregue o que foi contratado!

Como medir a velocidade de minha conexão?

A partir de seu IP é possível detectar a velocidade da conexão e precisar as taxas de transmissão de dados em sua rede local. Sites como o SpeedTest, da Ookla, fazem o cálculo da velocidade do link de conexão em sua empresa oferecendo resultado em tempo real quanto a índices de download e upload.

Outras opções para conferir a velocidade na transmissão de dados são o Velocímetro, do Techtudo, e oTeste da Banda Larga. Os resultados obtidos em cada ferramenta podem diferir levemente, variando também conforme o dispositivo de origem.

O que fazer se a velocidade for menor que a contratada?

Se após realizar os testes de velocidade indicados você constatar que a velocidade da internet em sua empresa é inferior à contratada existe sempre a opção de entrar em contato com o provedor. Dispondo dessa informação, o cliente deve buscar alternativas para sanar a deficiência nas redes locais.

O problema pode ser momentâneo ou recorrente, caso que indica a necessidade de manutenção no equipamento. Importante destacar que essa manutenção nem sempre é o suficiente para que as velocidades voltem ao normal.

Durante a visita técnica, acompanhe os procedimentos e realize a medição da velocidade imediatamente, o que será suficiente para indicar que o problema se encontra no sinal entregue em sua região. Neste caso, trocar de operadora pode ser a melhor solução.

Quais as regras para os provedores?

Atualmente, a legislação estabelece que companhias ofereçam ferramentas para que os clientes avaliem a entrega de sua banda larga. Os principais provedores direcionam os clientes a ferramentas que são auditáveis e independentes e permitem ao consumidor avaliar a velocidade de sua internet.

Pela regra da ANATEL, provedores devem entregar no mínimo 40% das velocidades contratadas e uma média de 80% ao longo do mês. Ser pego descumprindo as regras custa caro. A agência reguladora fixou multas de R$ 150 mil a R$ 10 milhões para empresas que não conseguirem se ater à regra.

Quem se sentir lesado mesmo após visita técnica e substituição dos aparelhos, pode registrar uma queixa junto à ANATEL, que irá avaliar a denúncia e tomar providências no sentido de restabelecer os serviços à normalidade ou indenizar o consumidor, punindo a empresa responsável pela quebra de contrato.

Agora que você já sabe como medir a velocidade da internet, não deixe de compartilhar este post entre seus amigos! A divulgação dessas informações contribui com a expectativa de transparência no relacionamento entre clientes e provedores e ajuda a pressionar provedores na entrega das velocidades contratadas.